quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Foi o tomate!

Oi gurias...


Passei aqui apenas para dar uma satisfação para vocês... Minha R.A. está estacionada, ou seja, não estou conseguindo contar os pontos (até a metade do dia eu consigo, depois saio fora!),mas estou tentando me controlar na medida do possível... Depois de muito tempo e de minha R.A. estar estacionada é que as pessoas vem agora me dizer:"como tu emagreceu né?".... pois é, coisas da vida. 


Achei esse textinho (achei bem divertido) no blog da ALINE e resolvi postar aqui tb:

"Enquanto isso, no rodízio...
- Estômago: - Cara, manera aê com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias.
Primeiro prato (800g): arroz, feijoada, cupim, picanha, coração degalinha e tomate.
- Estômago: - Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate? E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa porra.
Segundo prato (550g): arroz, costela, picanha, alcatra e salada de maionese.
- Estômago: - Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui. Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir. Tu quer fuder com tudo, né? Manda um pouco de água.
Bebida: Coca-Cola 600ml
- Estômago: - Seu imbecil, eu falei um pouco de água.
- Eu: - Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.
- Estômago: - Coca-cola tem o inferno dentro, porra. Tá fudendo aqui com o suco-gástrico.
- Esposa: - Amor, com quem você tá falando?
- Eu: - Nada, não, tô pensando alto.
Sobremesa: 300g de pudim.
- Estômago: - Eita porra, cabe mais não. Tá ouvindo?
- Intestino: - O que tá acontecendo aí em cima? Que zona é essa?
- Estômago: - O cara tá empurrando comida. Agora veio pudim pra dentro. Não sei mais o que fazer.
- Intestino: - Vamos mandar direto.
- Estômago: - O quê?
- Intestino: - É isso aí, operação descarga.
- Estômago: - Cara, o cérebro não vai gostar.
- Intestino: - Foda-se o cérebro, ele nunca veio aqui em baixo pra saber como são as coisas.
- Estômago: - Vamos dar mais uma chance pra ele. Eu acho que ele não vai mais... 
- 2°: cafezinho.
- Estômago - Filho de uma puta. Vou explodir.
- Intestino - Operação descarga iniciando. Anda, libera o canal do duodeno que eu já tô conversando com o esfíncter.
- Coração - Que que tá havendo aí embaixo? A adrenalina tá aumentando muito.
- Intestino - Operação descarga.
- Coração - Quem autorizou isso? O cérebro não me mandou nada.
- Estômago - Foda-se aquela geléia! Nem músculo tem.
- Intestino - É isso aê, foda-se essa géleia inútil. Vinte segundos pra abrir o esfíncter anal. Quero ver o ânus arder com esse suco gástrico.
- Esposa - Amor, você tá passando bem? Tá suando todo, aonde você vai?
- Eu - Preciso ir ao banheiro, urgente. Paga a conta e me espera no carro.
- Esposa - O que você comeu?
- Eu - Não sei. Acho que foi o tomate.


glitters



8 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    to me acabando de rir
    adoreiii ....mais isso serve de exmplo para não fu... com nosso estomago
    bjkas♥♥

    ResponderExcluir
  2. rss ótimo post é bem verdade viu!! super beijo!

    ResponderExcluir
  3. Adorei kkkk...
    tenha um ótimo dia...
    bj flor

    ResponderExcluir
  4. hahahahahahahahahaha............ coitadinho do tomateeee...... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Adorei!
    Bj

    ResponderExcluir
  5. rsrsrs amigaaaa tenha uma linda tarde bjus no ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá, sou uma seguidora da RA também e já perdi 10 kg com a bendita! Daí meu interesse em entender melhor a obesidade. Estou com um grupo fazendo uma pesquisa pelo Mackenzie e gostaria que vc divulgasse o link da pesquisa, para que possamos entender melhor esse fenômeno.
    Segue o texto formal: Somos um grupo de pesquisadores estudantes de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo e queremos investigar a relação entre os Hábitos Alimentares na Infância e Obesidade na vida adulta. Para isso, contamos com sua autorização para divulgação de nosso link de pesquisa nesta comunidade, ressaltando que todas as respostas serão completamente confidenciais e em nenhum momento poderão ser atribuídas a um indivíduo, uma vez que não terá nenhum tipo de identificação e somente o grupo de pesquisa terá acesso ao banco de dados e serão tomadas todas as medidas para a garantia da confidencialidade. A divulgação do trabalho terá finalidade acadêmica, esperando contribuir com maior conhecimento estudado.
    A pesquisa se encontra disponível no link - http://www.encuestafacil.com/RespWeb/Qn.aspx?EID=803563
    grata e sucesso nessa sua jornada!
    Vanessa Strauss

    ResponderExcluir
  7. Oi Linda tudo bem com vc??
    se passaram dois meses e meio .. e estou de volto ao meu cantinho..
    o meu pesadelo acabou e tudo se resolveu..obrigada pelo apoio..
    bjao espero vc de voltaa ao meu cantinho

    ResponderExcluir
  8. É sempre o tomate!!! Rsrsrsrsr!! Bjkas!

    ResponderExcluir